sexta-feira, 2 de março de 2012

Beijo Gelado, Richelle Mead



Título Original: Frostbite
Autoria: Richelle Mead
Editora: Contraponto
Nº. Páginas: 253
Tradução: Dora Reis


Sinopse:

Rose Hathaway não está a atravessar uma boa fase: o seu deslumbrante mentor Dimitri parece gostar de outra pessoa e em contrapartida o seu amigo Mason tem um fascínio enorme por ela. Para piorar a situação, Rose não consegue quebrar a ligação mental com a sua melhor amiga, Lissa, mesmo quando esta está com o namorado, Christian.
Entretanto, perante a iminência de um ataque Strigoi, a Academia de São Vladimir decide tornar a viagem anual de esqui obrigatória a todos os alunos e juntar os guardiães, inclusive a lendária Janine Hathaway – a ausente mãe de Rose.
Iludidos pela falsa segurança da paisagem cintilante e elegante do Idaho e na ânsia de vingar as vítimas dos últimos ataques dos Strigoi, três estudantes resolvem fugir para tentar encontrar e exterminar sozinhos um perigoso grupo de assassinos. Rose vê-se então obrigada a associar-se a Christian para os salvar, só que desta vez a jovem irá sujeitar-se a perigos que nunca imaginou ter de enfrentar.


Opinião:

O amor é um sentimento inebriante... mas também o é o ciúme, o ressentimento ou o medo. Numa relação sem pernas para andar, que confere perigo à única pessoa cujo dever é proteger, duas almas mortais lutam pela possibilidade de amar outro alguém. Mas quando a morte lhes bate à porta, numa forma não somente imortal como humana e extremamente mortífera, esta emoção ardente pode ser a última coisa em que pensar... ou a primeira a fazer agir.

Beijo Gelado é a continuação perfeita que vem dar luz e sombra a uma série de vampiros que, mesmo não oferecendo grandes novidades dentro do género, cativa pela intensidade das personagens e pelo vastíssimo leque de comoções presente. Richelle Mead é eximia na forma como conta a história de uma heroína improvável que tanto tem de juventude como de maturidade, que passa por toda uma fase de amores não correspondidos, confrontos familiares e guerras internas, sem nunca perder o seu centro e, o mais importante, o seu carisma inerente. Rose Hathaway é a alma deste livro e com ela surgem outras personalidades curiosas que, a um ritmo gradual mas imparável, vão quebrando barreiras e infiltrando-se na mente e no coração de quem as lê.

Roza não sabe qual dos seus inúmeros problemas resolver primeiro. Se por um lado a paixão que sente por Dimitri a deixa tonta ao ponto de, ao não a deitar cá para fora, se sentir constantemente num sufoco, por outro só o simples facto de a sua mãe fazer uma visita inesperada a São Vladimir é asfixia suficiente para a levar à loucura. Depois, tem ainda a questão de Lissa que, mesmo esforçando-se ao máximo continua a não conseguir evitar ser arremetida para o seu pensamento sempre que alguma emoção mais intensa lhe surge no caminho como, por exemplo, o despoletar físico de um amor imortal. Ou ainda o pequeníssimo pormenor de Dimitri se dar confortavelmente bem com Tasha, que o quer só para ela. Ou a insistência de Adrian que, mesmo sendo misterioso e dono de uma reputação nada galanteadora, faz as delicias de um cavaleiro andante. Ou até mesmo o fascínio amoroso que Mason tem por ela e pela caça aos Strigoi responsáveis pelos mais recentes crimes contra os Moroi. Ou, finalmente e o pior e mais catastrófico de todos, a desconfiança de que os próprios Strigoi passaram a agir em grupo e com a ajuda preciosa dos humanos... o que retira toda a protecção que a luz do dia conferia aos vampiros e respectivos guardiães. Sim, a sua vida não está nada fácil!

As personagens criadas por Mead são o único ímpeto que o leitor precisa para não mais conseguir largar este romance de fantasia urbana. Só por si, Rose é fantástica no modo em como provoca gargalhada atrás de gargalhada, sorriso atrás de sorriso, com o seu humor mordaz e repleto de ironia e provocação, ao mesmo tempo que não se deixa levar pela aparente segurança que a Academia que frequenta supostamente lhe proporciona. Trabalhadora árdua, apaixonada inveterada e socialmente memorável, Rose é a personagem que todo o leitor deseja ver como heroína, muito devido à sua força exterior mas interior conflituoso. Contudo, existem outros intervenientes igualmente chamativos como é o caso de Lissa e Christian, Dimitri, Mia e, neste livro em particular, Adrian. Posso dizer que, pela primeira vez em muito tempo, gostei de todas as personagens sem excepção, até mesmo dos maus da fita.

Indo buscar temas recorrentes do nosso dia a dia, Beijo Gelado trata-se de uma obra juvenil que qualquer adulto pode ler. Pegando em situações como o ciúme para com a nossa melhor amiga, ou o medo para com o desconhecido, o amor que não podemos ter e o amor que queremos esquecer, a curiosidade para com aquela pessoa que inexplicavelmente nos arrepia e até o ressentimento para com uma mãe ausente e um pai incógnito, este é um romance que, acompanhado de uma escrita moderna, irreverente e fácil, certamente agradará a um vasto leque de leitores.
Uma série que irei continuar a acompanhar, sentindo-me agora decididamente expectante relativamente ao volume que se segue, e que sei ser do agrado de muitas pessoas. Dotada de personagens atractivas, de uma escrita suave e de um enredo em constante mutação, esta é mais uma excelente aposta da Contraponto que, como é hábito, continua a marcar pela diferença. Gostei!

5 comentários:

Margarida disse...

Gostei bastante.
Se for tão boa como demostras aqui, então deve agarrar o leitor da primeiro à última página.

Estou a descobrir agora este "pedacinho literário" e estou a gostar muito :)

Margarida disse...

Este romance vai ter um segundo volume pelo que foi referido aqui, mas trata-se de alguma trilogia?

Pedacinho Literário disse...

Olá, Margarida
Se estás a agora a conhecer este cantinho, então dou-te as boas vindas! E espero que cá apareças muitas e muitas vezes. :D
Em relação a este livro, eu gostei imenso e dizem que o volume seguinte é mesmo muito bom. Trata-se de uma série YA, ou seja, mais direccionada ao público juvenil mas com uma protagonista como Rose, é impossível ficar-se indiferente.
“Beijo Gelado” é o segundo volume da saga Academia de Vampiros. O primeiro livro tem exactamente esse título, “Academia de Vampiros”. Actualmente, estão editados em Portugal quatro livros. A série completa tem seis volumes.

Silvana disse...

Olá,
Já à algum tempo que visito o seu espaço e gostaria de lhe dar os parabens! Muitas vezes venho aqui consultar os livros para as minhas próximas leituras.

Corcordo consigo em relação a esta série! Já li o terceiro volume "O beijo das sombras" é ainda melhor do que este! Leva-nos a devorar cada palavra com a ânsia de saber sempre mais em relaçao à história! As personagens prendem a nossa atenção do príncipio ao fim do livro! E no fim fica a curiosidade em ebulição para saber qual o rumo que os acontecimentos levarão... Aguardo, ansiosamente, que o quarto volume chegue à biblioteca da minha zona. Infelizmente não li o primeiro volume, mas conseguimos entrar facilmente na história no segundo!

Boas leituras
Silvana

Pedacinho Literário disse...

Olá, Silvana
Muito obrigado pelo feedback positivo. Acima de tudo, este é um espaço de partilha de opiniões e informação sobre livros, e é sempre muito bom receber visitas e comentários.
Oh, que bom! Ainda bem que gostaste, fico ainda mais entusiasmada em pegar no terceiro livro. Espero que o quarto volume não demore muito a chegar junto de ti! :D Mas olha, acho que devias ler o primeiro livro na mesma, nem que seja como um complemento do que leste até ao momento.
Boas leituras!
Patrícia

2009 Pedacinho Literário. All Rights Reserved.