terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Carícias da Noite, Laurell K. Hamilton



Título Original: A Caress of Twilight
Autoria: Laurell K. Hamilton
Editora: Saída de Emergência
Nº. Páginas: 334
Tradução: Nanci Marcelino


Sinopse:

A maioria das pessoas conhece-me como Merry Gentry, detective privada, contudo o meu nome verdadeiro é princesa Meredith NicEssus e sou herdeira de um trono – se conseguir sobreviver o suficiente para o reclamar.
O meu primo, o príncipe Cel, está determinado a certificar-se de que não ser bem-sucedida. Enquanto estivermos os dois vivos, esta será uma disputa para obter a coroa: o primeiro a gerar um herdeiro ficará com o trono. Os homens da minha guarda real – guerreiros habilidosos – tornaram-se meus amantes, prestando provas para o papel de futuro rei e pai do meu filho. Claro que preciso da protecção deles, já que, eu sou meio humana e absolutamente mortal.
Mas agora, na Cidade dos Anjos, há pessoas a morrer de formas misteriosas e assustadoras. O que a polícia humana não sabe é que o assassino também anda à caça de seres feéricos. Pressinto que estamos perto do caos; a própria existência do sítio conhecido como o mundo das Fadas está em risco. Portanto, enquanto desfruto dos prazeres mais intensos com os meus guardas, tenho noção de que, brevemente, terei de enfrentar um demónio ancestral que poderá destruir a própria realidade – a vossa e a minha. E essa é só uma parte do meu trabalho...


Opinião:

Quando o mundo te oferece mil e uma noites de paixão para atingires o objectivo supremo para a tua própria segurança e nenhuma dessas oportunidades gera fruto, serás capaz de sobreviver aos mais inebriantes e mesquinhos esquemas políticos quando a tua mortalidade é, por si só, um problema?
Meredith NicEssus, princesa da Carne e futura herdeira do trono da Corte Unseelie – caso consiga conceber um filho antes do seu primo Cel –, decidiu voltar à sua já conhecida Cidade dos Anjos em busca de um pouco de «normalidade» e sossego, muito prazer e talvez, com umas pitadas de sorte, de nenhuma questão demasiado complicada de solucionar. Mas nem tudo é tão simples assim, e quando duas poderosas Cortes tentam mostrar quem detém o verdadeiro poder, surpresas incalculáveis – e nem sempre positivas para a nossa protagonista – é o que se pode aguardar.

Carícias da Noite é um livro altamente tensivo, que foi construído na base de uma série de confrontos pessoais e políticos, expressados ora por demonstrações físicas de poder ora por diálogos extremamente intencionais e opressivos. Embora seja uma narrativa mais compacta e até menos activa que o volume que a antecede, O Beijo das Sombras, não é por isso que deixa de ser interessante e, principalmente, inteligente. Carícias da Noite dignifica-se pela explosiva mistura de sentimentos que provoca no leitor, pelas revoltas que cria no seio dos Sidhe e pelas questões e dúvidas futuras que invariavelmente deixa no ar. Trata-se, acima de tudo, de uma continuação algo problemática em termos de enredo, de história, que, por um lado, também possibilita ao leitor ficar a conhecer melhor os candidatos a futuro rei e pai da possível criança de Merry, assim como de alguns segredos ocultos que fazem de uma Corte simbolizada pela luz e pela alegria, um local bastante mais negro e assustador.

Vários são os pormenores que perfazem desta trama uma das minhas favoritas dentro da fantasia urbana. É que para além de adorar o estilo inconfundível de Hamilton e de admirar a força e coragem com que construiu a protagonista desta série, Carícias da Noite é, também por si, um livro que marca pela diferença e pelas disputas retratadas. Por exemplo, temos uma personagem «sem nome»  incrivelmente aterradora que ao possuir em si a arte de vários deuses se transformou em algo não só poderoso (ao nível mais elevado do termo) como praticamente indestrutível – e nesse caso, como lutar contra tão virtuoso terror? Depois, temos o surgimento do segundo poder de Meredith, um dom bem mais terrível que a sua dádiva da Carne – e o que poderá ser mais assustador que isso?
De seguida, o leitor é confrontado com o desenvolvimento e conhecimento das personalidades e intenções que movem os guerreiros que asseguram a segurança da princesa. Só que esta guarda também tem medos, receios, e destrui-los é essencial. Por fim, é despertado um amor quase impossível entre Merry e um dos seus homens. Um sentimento que se propaga lentamente, de forma moderada mas extremamente intensa – e conseguirá um amor destes sobreviver à possibilidade de ser inteiramente negado, proibido?

Carícias da Noite é um livro sobre o qual me é algo complicado falar. Tenho sentido uma dificuldade imensa em conseguir expressar verdadeiramente a beleza com que está escrito, a rapidez com que se lê e a profundidade e cuidado conferidos tanto às personagens como a toda a narrativa em si. É uma série que me conquistou com O Beijo das Sombras, e que me fez apaixonar em Carícias da Noite. Para mim, uma magnífica aposta da Saída de Emergência, que sinceramente espero que cative todos os seus leitores, e que chame muitos mais. Uma série que vale a pena, sem dúvida. 

8 comentários:

v_crazy_girl disse...

Li o primeiro livro desta coleção há pouco tempo meio a medo porque há várias pessoas a quem o livro não diz nada, mas eu gostei imenso do primeiro e estou cheia de vontade de ler o segundo ^^ Então agora com esta opinião, ainda pior xD

Bjs*

GirlinChaiseLongue disse...

É quando tu escreves assim que me dá vontade de ir a correr comprar um livro xD Está bem Homónima, estou convencida! Venha a Hamilton para a minha estante!

Pedacinho Literário disse...

Crazy,
Eu adoro esta série, do coração. Acho que muitas das pessoas que lhe decidiram dar uma oportunidade não estavam bem cientes do que iam encontrar. É que embora tenha uma carga sexual e violenta forte, tudo tem um significado, tudo é um jogo, tudo é política. Nada é deixado ao acaso, e é isso que é verdadeiramente interessante e entusiasmante nesta série.
O segundo, vais adorar de certeza! Pessoalmente, não acho que esteja tão bom quanto o primeiro, mas é um livro cheiinho de tensão e jogos de poder. Ui, ui! :)
Beijinhos

Pedacinho Literário disse...

Hómonima,
Tu vê lá... ainda me deixas envergonhada! :D Eheheh. Vais amar a Hamilton, tenho a certeza. Muitas pessoas que a lerem não conseguiram entender a profundidade de conhecimento que está de base e todos os jogos de poder que a autora criou para justificar toda uma parafernália de confrontos e acontecimentos. É espectacular. :)

GirlinChaiseLongue disse...

Não, não, tens é de ficar contente de entusiasmares alguém a ler um livro que gostas!=D
Eu gosto tanto de livros com intrigas e jogos de poder *.* deve ser a veia de historiadora lool

Nia21 disse...

estou quase a estrear-me com esta autora, com o livro 'O beijo das sombras'. espero vir a gostar, mas pelas opiniões que tenho lido acho que não me vou arrepender :)

v_crazy_girl disse...

A carga sexual não me fez muita impressao, pelo menos no primeiro livro (ainda nao li o segundo). Isso deve ser especialmente por causa do que dizeste, como isso existe tudo por uma questão de política não me incomodou muito... Porque no decorrer da história eles retratam os Unseelie de uma forma que a falta de carga sexual, na minha opiniao, não conseguiria transmitir a verdadeira natureza dessa corte. :)

Pedacinho Literário disse...

Homónima,
Olha que é bem capaz! Este é intrigas da corte atrás de intrigas da corte. Nesse aspecto – político – está muito bem conseguido. Espero que adores a série tanto ou mais do que eu! :D

Nia21,
Vais gostar de certeza! Depois dá-me o teu feedback – por aqui, ou por mail. :)

Crazy,
Precisamente. Tudo bem que às vezes recorrem à violência física, mas faz tudo parte das características que os define. E cortar esse tipo de cenas, seria esconder parte da essência de cada uma das personagens.

2009 Pedacinho Literário. All Rights Reserved.