quarta-feira, 30 de março de 2011

Crescendo, Becca Fitzpatrick



Título Original: Crescendo
Autoria: Becca Fitzpatrick
Editora: Porto Editora
Nº. Páginas: 334
Tradução: Irene Ramalho


Sinopse:

A vida de Nora Grey continua longe de ser perfeita. Sobreviver a um ataque que podia ter-lhe custado a vida não foi fácil, mas tudo se resolveu, graças ao seu anjo da guarda — uma criatura misteriosa, sedutora e bela.
Mas Patch tem sido tudo menos angelical. Está mais distante do que nunca e parece estar a passar demasiado tempo com a arqui-inimiga de Nora, Marcie Millar.
E, como se isso não bastasse, Nora é assombrada por recordações do seu pai assassinado, começando a pensar que as intrigas dos anjos poderão estar relacionadas com a morte dele.
Desesperada por desvendar os estranhos acontecimentos do seu passado, Nora expõe-se ao perigo, na esperança de encontrar algumas respostas.
Mas todos sabemos que há perguntas que nunca devem ser feitas...


Opinião:

Crescendo foi, claramente, uma muito agradável surpresa. Após conclusão do primeiro volume, hush, hush (opinião aqui), parti com enorme ansiedade e garra para a leitura desta deliciosa continuação. Crescendo é ainda mais frenético, misterioso, voraz e magnificamente vibrante que hush, hush, o que, automaticamente, se transforma numa leitura de extremo prazer e deleite. Becca Fitzpatrick cria, neste sequela, um ambiente ainda mais pungente e imprevisível, espicaçando o leitor num frenesim curioso impossível de conter. Toda a vibração e ambiência escura, algo tenebrosa, é viciante e fica imediatamente estabelecida uma vontade enorme de devorar página atrás de página. Um romance poderoso, mordazmente angelical, que o leitor se sente incapaz de colocar de parte.

Finalmente, o Verão chegou! Porém, para Nora, definitivamente, férias não é sinónimo de descanso. Intelectualmente forçada a frequentar um pequeno curso de Química na escola, Nora apercebe-se de que terá de dividir o seu tempo entre o estudo, as horas de namoro com Patch, a amizade de Vee e, se ainda sobrar algum pedacinho jeitoso, um emprego. Infelizmente, e de um momento para o outro, uma das porções desta atarefada equação é riscada — Patch começa a comportar-se de forma estranha (ainda mais estranha que o normal), escondendo de Nora o mais pequeno dos segredos e o mais ínfimo dos pormenores relativos à sua vida. Assim, ela não terá outra solução que não pôr fim a um relacionamento que acreditava ser para a vida. Profundamente sofrendo de desgosto, Nora é ainda encaminhada para uma tumultuosa aventura em que um antigo e quase esquecido amigo de infância adquire um dos papéis principais. Entre surpresas e revoltas, dúvidas e mais dúvidas (principalmente com o aparecimento de Marcie Millar, a sua inimiga de longa data, ao lado de Patch), o tempo que Nora queria gastar a descontrair e a relaxar é, subitamente, substituído por um acrescer de preocupações e pensamentos revoltosos. A juntar a um dilema constante (terá, a relação de Patch e Nora, algum futuro?), a forma misteriosa como Harrison Grey (verdadeiro pai de Nora?) morreu vem ao de cima e Nora não descansará enquanto não encontrar o real culpado de tamanha injustiça.
Crescendo é um livro recheado de aventura e descobertas. O leitor, constantemente a ser surpreendido, sente-se quase impotente face maravilhosas e imprevisíveis novidades. Pessoalmente, Becca Fitzpatrick conseguiu conferir ainda mais entusiasmo e potência a uma narrativa, logo à partida, bastante prometedora. E a verdade é que tudo o que ela promete, ela cumpre, apresentando ao público um romance onde Patch e Nora terão de enfrentar pequenos monstros, passo atrás de passo, por forma a conseguirem encontrar a felicidade que tanto procuram. Nesta sequela, as personagens ganham uma importância incrível — estas, estão mais maduras, misteriosas, desenvoltas — principalmente Nora, que se mostra rebelde e mais decidida a lutar que nunca. A acompanhar, temos um Patch sedutor, recheado de segredos e enigmas, uma Vee continuamente louca e divertida, um Rixon mais descontraído e um Scott fascinante e perigosamente atractivo — sem dúvida, uma combinação exímia de personagens diferentes e inconfundíveis.

Para mim, esta foi uma daquelas obras que veio mesmo a calhar, com a curiosidade ao rubro, irremediavelmente se converteu numa leitura que me completou. O final é estrondoso, persistindo no confronto com o passado e na infindável descoberta do futuro, centrando-se numa situação alarmante e de tirar o fôlego, inteiramente inesperada, e pela qual o leitor terá de aguardar pelo próximo volume para ver resolvida. A nível pessoal, Crescendo é uma excelente continuação, pois trata-se de uma história interessante, diferente e recheada de caminhos acidentados, com muito pouca luz ao fundo do túnel. Bem... só me resta dizer que mal posso esperar pelo próximo!

6 comentários:

Volturi Guard disse...

bem o próximo só sai em Outubro nos EUA, ainda é uma espera jeitosa, mas o segundo livro é óptimo :)

Pedacinho Literário disse...

Volturi Guard,

Vai ser uma longa espera então ... :)

Mac disse...

mas já há titulo e penso que sinopse também

Pedacinho Literário disse...

Mac, ai é? Então tenho de ir pesquisar a ver se encontro alguma coisa. O final deste segundo volume deixou-me em estado de ansiedade total. :)

Mac disse...

sim, chama-se Silence :) no site da escritora está lá a informação

Juanitah Nunes disse...

chama-se silence e e' lançado a 4 de outubro .. pena ser o 'ultimo :(

2009 Pedacinho Literário. All Rights Reserved.