segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

O Lado Negro da Lua, Sherrilyn Kenyon



Título Original: Dark Side of the Moon
Autoria: Sherrilyn Kenyon
Editora: Chá das Cinco
Nº. Páginas: 313
Tradução: Fernanda Semedo


Sinopse:

Susan Michaels foi a melhor repórter da cidade até ao dia em que um escândalo arruinou a sua carreira. É então que obtém uma pista numa história que pode restaurar a sua reputação. O que não esperava era ter a sua vida e cidade ameaçada por um grupo de vampiros letais prestes a dominar Seattle.
Como se isso não fosse suficiente, Susan adopta um gato. Mas não é um gato qualquer e sim um que se transforma num caçador de vampiros chamado Ravyn. A vida de Ravyn foi destruída séculos atrás quando confiou nas pessoas erradas. Perdeu a família, a honra e a própria vida. Agora poderá vingar-se se conseguir confiar em Susan. No mundo dos Predadores da Noite, a vida é sempre perigosa. Ainda mais agora, pois uma mulher pode despedaçar todo o mundo se contar uma história. Será Susan capaz de o fazer?



Opinião:

Um pouco como a dor, a necessidade de algo é um sentimento que se pode manifestar nas mais impróprias ocasiões e formas: num esgar solitário, num amor distante ou numa família que não nos perdoa nem aceita. E quando tudo o que acreditamos e defendemos é posto em sério risco por aqueles que mais odiamos, as medidas a tomar daí em diante são bastante claras: eliminá-los é uma prioridade e se, pelo caminho, aparecer uma ou outra surpresa, melhor ainda.

O Lado Negro da Lua é o mais recente título que vem dar continuidade a uma das minhas sagas de fantasia urbana sensual favoritas – «Predador da Noite». Um romance quente e recheado de acção, este é um livro que promete responder a algumas questões deixadas em aberto relativamente aos muito apreciados Predadores do Homem enquanto, ao mesmo tempo, vai levantando tantas outras que, certamente, obterão resposta muito em breve. O enredo, sem dúvida que vai ficando cada vez mais denso e intricado, chegando ao ponto em que a própria agitação e frenesim da narrativa se sente no ar à nossa volta.

As personagens continuam a ser dos elementos mais preciosos e envolventes tanto desta obra em particular como da saga no geral. Um pouco contrariamente a alguns dos volumes anteriores, O Lado Negro da Lua deixa o romance entre os protagonistas para segundo plano – ainda que o próprio leitor possa presenciar o desenvolvimento gradual do mesmo –, focando, desse modo, não só outras medidas de acção contra os mais frescos planos dos Daemones como o esclarecimento e evidência de outro casal, e de outra personagem extremamente carismática e com um futuro repleto de mistério.
Foi um prazer voltar a encontrar Savitar, uma personalidade imensamente curiosa que, mesmo com uma participação mínima, consegue cativar o leitor ao ponto de escarnecer um pouco mais do seu interesse em descobrir algo extra, algo novo sobre o passado e origens envolventes desta personagem. Assim como conhecer Ravyn, um gatinho das botas decididamente hilariante no seu sarcasmo e comovedor no passado – e presente – que o rodeiam. Tal como Susan que, mesmo inserida à bruta numa realidade que desconhece e que é altamente secreta e enlouquecedora, não consegue deixar de lado o seu instinto primário de repórter e o seu humor divertido e mordaz.

Do mesmo modo que as interacções entre as personagens e as situações que estas desencadeiam são um dos pontos fortes da trama, a própria desenvoltura criativa da acção é outro dos elementos que não pode deixar de ser referido. Kenyon tem uma imaginação incrível e a forma como consegue conjugar todas as suas ideias e, ainda assim, manter o leitor constantemente preso à sua história, com todas as questões envolventes e todas as dúvidas e perguntas presentes, é simplesmente de génio. É que além de uma escrita atrevida, directa e assertiva, Kenyon consegue ainda criar os diálogos mais assustadores – quando provenientes dos vilões –, mais românticos – quando dirigidos a um casal –, e mais hilariantes. Sempre com um tom leve e, ao mesmo tempo, obscuro, esta é uma autora cujo talento é bastante óbvio.

O Lado Negro da Lua é, claramente, um must-read para os seguidores ávidos desta saga que, tal como eu, mal podem esperar pelo lançamento de mais um romance do «Predador da Noite». Adoro estas personagens, adoro este mistério e sem dúvida de que adoro a capacidade que a autora tem de, naturalmente, me cativar e deslumbrar. Mais um romance empolgante de Kenyon, numa aposta forte e que continua a dar grandes frutos, por parte da Chá das Cinco, uma chancela Saída de Emergência. 

4 comentários:

Ca disse...

Comecei ontem a ler, finalmente :)

Pedacinho Literário disse...

E por esta altura já deves de ter terminado! O que achaste?? Eu gostei, embora com algumas reservas em alguns aspectos. Mas é uma autora e mundo que adoro. :)

Katniss Wall disse...

Como sempre a autora alcançou as minhas expectativas =)

Pedacinho Literário disse...

É uma autora muito, muito boa, nisso estamos de acordo, Katniss. :)

2009 Pedacinho Literário. All Rights Reserved.