quarta-feira, 16 de março de 2011

Maldito Karma, David Safier



Título Original: Mieses Karma
Autoria: David Safier
Editora: Planeta Manuscrito
Nº. Páginas: 275
Tradução: Artur Costa e Emília Ferreira


Sinopse:

A apresentadora de televisão Kim Lange encontra-se no melhor momento da sua carreira, quando sofre um acidente e morre, esmagada pelo urinol de uma estação espacial russa. No Além, Kim dá-se conta de que, ao longo da sua vida, se limitou a acumular mau Karma: enganou o marido, descurou a filha e amargurou a vida de todos os que a rodeavam. Descobre então o seu castigo: está num formigueiro, tem duas antenas e seis patas... é uma formiga!
Kim não tem a menor vontade de continuar a arrastar migalhas de bolos depois de ter passado a vida a evitar os hidratos de carbono. Além disso, não pode permitir que o marido vá afogar as mágoas da sua perda com outra. Só lhe resta, por isso, uma saída: acumular bom Karma, para ascender na escala da reencarnação e voltar a ser humana. Mas o caminho para deixar de ser insecto e se converter num bípede é duro e está pejado de contratempos.

Na Alemanha, um milhão de leitores já se deliciou com este romance hilariante, que colocou David Safier no mais alto patamar da cena literária europeia. Maldito Karma é uma história transbordante de fantasia, uma fábula entusiasmante que, entre gargalhadas, nos ajuda a reflectir sobre as prioridades da vida. Leia-o e descubra o segredo da felicidade.


Opinião:

Poucas são as palavras suficientemente fortes e credíveis capazes de descrever o quão magnífico e intelectualmente perfeito este livro é. David Safier teve uma ideia de génio, escrevendo assim uma adequada e completa história, narrada por uma personagem principal tão poderosa e humana, como em muito poucas outras obras podemos encontrar espalhadas por aí. A sua criatividade vai muito para além do imaginário e a forma como engendra esta trama é simplesmente fantástica, com um talento incrivelmente natural. Enquanto leitora, este é daqueles livros em que, automaticamente, logo com as primeiras frases, me senti fundida na história e compelida a continuar a ler. Uma obra esplêndida. Brilhante.

Kim Lange tem tudo — um marido de sonho, uma filha adorável e um emprego invejável. Contudo, as acções que tomou para conseguir tudo isso não foram, por vezes, as mais correctas, o que se traduziu num acumular excessivo de mau Karma. Assim, quando morre no dia mais importante da sua vida, da forma mais ridícula e impensável possível, Kim reencarna numa formiga. E o pior disso tudo é que, agora, a morte deixou de ser uma finalidade. A única forma que Kim tem de superar uma vida activa de carregar bocadinhos de goma atrás de bocadinhos de goma, é acumulando bom Karma de maneira a ascender até finalmente conseguir alcançar o plano superior que a levará à eterna felicidade prometida. Contudo, esse caminho não podia ser mais atribulado, difícil e hilariante. De reencarnação em reencarnação, Kim vai tomando consciência da vida que teve (ou não teve) junto da família e daqueles que lhe são mais próximos, o que, por vezes, a faz pensar em tudo aquilo que deixou para trás, assim como, de tudo o que de errado fez ao longo dos anos.
Maldito Karma pode ser um livro divertido (que, claramente, o é), no entanto, alberga nas entrelinhas uma mensagem muito forte. Não somente um ponto de diversão, esta história serve ainda como meio de consciencialização para o leitor. Este, pode assim aperceber-se do que verdadeiramente é importante na vida e, de uma forma algo peculiar, tomar conhecido de uma belíssima teoria sobre o que nos pode esperar depois da morte. Desse modo, pode ser que, após a leitura deste livro, a acumulação de mau Karma seja, decididamente, inferior, pois, quem quereria reencarnar numa formiga? Ou num porquinho-da-índia? Ou pior... numa vaca?

Com um tom tranquilo e divertidíssimo, David Safier encaminha o leitor numa viagem altamente recomendável e repleta de gargalhadas (daquelas que levam, efectivamente, uma pessoa às lágrimas). Adorei a sua escrita, agradável e simpática, e o toque descontraído que acompanha toda a história. Um livro que dificilmente irei esquecer e um autor ao qual ficarei atenta.
Maldito Karma é delicioso, comovente, mordaz, e incrivelmente hilariante. Sem dúvida, uma história original para toda a família.
Adorei. 

6 comentários:

Elphaba J. disse...

Adorei este livro. Adorei mesmo!

Patrícia Cálão disse...

Olá!
Estou super interessada neste livro e, depois de ler a tua opinião, passei a estar super decidida em comprá-lo.

Beijinhos! ;)

Guerreiro disse...

Ok, mais uma opinião (excelente, sem dúvida!) que me deixou totalmente convencido para o comprar, já bastante curioso para conhecer a imaginação deste autor que faz suscitar gargalhadas aos leitores, apesar de ñ gostar da capa (muito pirosa, bah!). ;o)
Continuação de boas leituras! :D
Beijnhos

Pedacinho Literário disse...

Elphaba, ainda bem que temos gostos parecidos. eheheh :)

Patrícia, o livro vale bem a pena. Acredita. É super diferente daquilo a que estamos habituados a ler e tem uma mensagem belissima. Aproveita.

Guerreiro, a capa até é engraçadita. É mais gira ao vivo do que na imagem. eheheh Se tiveres oportunidade, é um livro a adquirir, sem dúvida. :)

Beijinhos aos três

d311nh4 disse...

Vai ser a minha próxima leitura!=)
Beijinhos*

Bombocaa disse...

Este é daqueles que quero mesmo ler

2009 Pedacinho Literário. All Rights Reserved.