segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Cinzas, Jennifer Armintrout



Título Original: Blood Ties – Book Three: Ashes to Ashes
Autoria: Jennifer Armintrout
Editora: Gailivro
Colecção: Mil e Um Mundos
Nº. Páginas: 309
Tradução: Leonor Bizarro Marques


Sinopse:

Ser vampiro é uma questão de vida ou de morte.
Quando fui iniciada tinha apenas de me preocupar com a minha sobrevivência, mas agora estou envolvida numa batalha pela sobrevivência da raça humana — e tudo parece estar definitivamente contra mim.
A sede do Movimento Voluntário de Extinção de Vampiros foi destruída e o seu medonho animal de estimação, o Oráculo, anda à solta. Nada o poderá impedir de transformar o mundo num paraíso de vampiros, mesmo que isso signifique ajudar o Devorador de Almas a tornar-se num deus, aproveitando o poder para os seus propósitos malignos.
Um vampiro antigo, um semi-deus bebedor de sangue. Ah, é verdade, o meu anterior progenitor, agora humano, também está envolvido. Eles que venham! E que vença o melhor monstro.


Opinião:
  
Jennifer Armintrout é, sem sombra de dúvidas, uma escritora inteligente e muito dotada. Com o seu mais recente trabalho publicado em Portugal, Cinzas, a autora conseguiu elevar o grau de exigência envolvente de tudo o que é histórias de vampiros, a um outro nível. Encaminhando o leitor numa aventura de sangue, violência, dúvidas e muito, muito mistério e suspense, Armintrout deixa qualquer fã e seguidor da sua série sequioso por mais. Para mim, Cinzas foi o livro que me despertou mais interesse de toda a série até agora. Completa e inteiramente viciada neste mundo, estou desejosa pela publicação da continuação, com o quarto volume, em inglês, All Souls’ Night.

O decorrer da história em si é alucinante. O Devorador de Almas continua a tentar transformar-se num deus mas, agora com a fuga do Oráculo do Movimento Voluntário de Extinção de Vampiros, o perigo acresce pois o combate a favor do bem e da continuação da espécie deixa de ser somente contra um elemento para passar a ser contra dois, sendo um deles um poderoso vampiro ancestral sobrenaturalmente dotado. Nathan e Carrie continuam um pouco na corda bamba. Sem saberem exactamente o que sentem um pelo outro, para além da ligação já de si forte por parte do laço de sangue, ficam ainda mais confusos e irritadiços com a presença de Cyrus, agora num estado completamente novo. Dividida entre os dois homens, Carrie quase entra em loucura ao ver-se forçada a lutar sozinha em prol da sua sobrevivência e da dos seus amigos. Quanto a Max e Bella, continuam juntos na demanda do Oráculo, em busca desta tenebrosa figura, por forma a tentar desvendar o que realmente se passa. Com regressos inesperados, surpresas desmedidas e um suspense de fazer arrancar os cabelos, Jennifer Armintrout apresenta ao seu público um livro de se ler e chorar por mais. Se antes tinha dúvidas em relação a esta série, agora posso dizer que todas elas se evaporaram. Embora não tenha grandes certezas em relação ao final deste volume, e quem o ler vai facilmente perceber sobre o que falo, continuo a achar que o esforço está lá, assim como a novidade. Num estilo muito mais hardcore e cru, não só a nível sexual como também de violência física, Cinzas veio destacar-se num mundo recheado de vampiros jovens e amorosos. Ainda que não se comparem (por enquanto) a Drácula nem a fantásticas personagens criadas por Anne Rice, os vampiros de Jennifer Armintrout não deixam de ser adultos, fortes e maus.

Adorei esta leitura e mal posso esperar por me debruçar no próximo volume desta série. De uma forma intensa, revoltante e insaciável, Cinzas é um livro a não perder. Para todos aqueles que procuram um lado mais cruel e puro do vampirismo actual e moderno, Laços de Sangue é, sem dúvida, uma série em que se apostar.
Deixo ainda um comentário em relação aos títulos dos vários livros. Todos eles estão perfeitamente enquadrados na história retratada em cada volume, o que se torna bastante interessante chegar ao final e pensar: sim, de facto, não poderiam ter escolhido melhor título.  
Gostei muito. 

5 comentários:

Elphaba J. disse...

Agora deixas-te me muito curiosa miga. (sim estou no curso e devia estar a tomar atenção ao prof, mas eu sou a pior hihihi)

Beijinhos*

Pedacinho Literário disse...

És demais, rapariga. ;)
É bom que fiques curiosa que o livro vale bem, mas bem a pena. :)

Beijinhos*

Mac disse...

é muito bom, e gostei mais do que o 2º livro :)

vamos ver o que reserva o 4º...

Juanitah Nunes disse...

sou muito sincera... durante muito tempo passei por estes livros em diversas livrarias mas as capas activavam o meu radar de "fantasias demasiado fantasiósas" x) (eu ate' invento palavras!).. mas entretanto saiu o cinzas.. e como a fnac fez um daqueles packs maravilha, aqui a menina encomendou... surpresa das surpresas... fiquei viciada!!!!
estou ansiosa pelo quarto e 'ultimo volume da saga!!!
por acaso ja' tem data prevista de lançamento??

Pedacinho Literário disse...

Mac, eu também. Aliás, para mim, «Cinzas» foi o melhor até agora. Veremos o que nos espera...

Juanitah, ah pois. Esta série é muito boa! Não acho as capas muito, muito chamativas (o que é pena) e talvez tenha sido por isso que passaste por elas sem olhar segunda vez. Mas vês como não te arrependeste?!!? :D
Segundo informações que tenho, só para o ano. Vamos a ver se chega mais cedo...

2009 Pedacinho Literário. All Rights Reserved.