quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Wicked Lovely - Amores Rebeldes, Melissa Marr



Título Original: Wicked Lovely
Autoria: Melissa Marr
Editora: Saída de Emergência
Nº. Páginas: 273
Tradução: Luís Coimbra


Sinopse:

REGRA # 3:
Não olhar para as fadas invisíveis.
Desde que nasceu, Aislinn sempre viu fadas. Poderosas e perigosas, elas caminham ocultas entre os mortais. Aislinn tenta passar despercebida pois estes seres não gostam de ser descobertos e costumam castigar com crueldade as pessoas que detectam a sua presença.

REGRA # 2:
Não falar com fadas invisíveis.
Agora as fadas perseguem Aislinn. O rei das fadas Keenan, aterrorizante e sedutor, tenta cativar Aislinn, fazendo perguntas que ela tem medo de responder.

REGRA # 1:
Nunca chamar a atenção delas.
Agora é tarde demais... Keenan, o Rei do Verão anda numa busca incansável pela sua rainha há nove séculos e está determinado a converter Aislinn na sua rainha a qualquer custo.

Quando as regras secretas que sempre tinham protegido deixam de funcionar, de repente tudo está em risco: a sua liberdade; o seu melhor amigo, Seth; a sua vida; tudo. Intrigas sobrenaturais, amores mortais, e confrontos entre reis antigos e expectativas modernas cruzam-se no enredo deste espantoso conto de fadas que Melissa Marr imaginou para o século vinte e um.


Opinião:

Até ao momento em que peguei neste livro, só li opiniões extremamente positivas acerca do mesmo, o que veio elevar as minhas expectativas ao máximo. Se foram superadas ou até atingidas, não sei ainda, mas o que é certo é que estamos perante uma leitura incrivelmente agradável, dotada de uma originalidade e fácil abordagem que há muito não se via. A saturação de temas como vampiros, anjos e zombies tornou esta história sobre fadas ainda mais apetecível e deleitosa, contudo, confesso que estava à espera de um pouco mais ou, talvez, somente que parte do rumo levado pelos personagens fosse ligeiramente diferente. E isto porquê? Porque embora grande parte do livro seja sobre a aproximação, conquista e descoberta do amor entre duas personagens (Aislinn, a nossa protagonista, e Seth, o seu melhor amigo), o conteúdo que se refere exclusivamente à transformação que Aislinn sofre ao longo do livro podia, a meu ver, ter sido um pouco mais explorado, um pouco menos previsível. Confesso que por vezes dei por mim a pensar “Agora é o momento em que vou ser surpreendida e a coisa vai dar para o torto...”, mas a verdade é que isso nunca aconteceu. Fora alguns percalços de caminho, todo o livro contou sempre com uma essência positiva e isso foi o que menos me agradou. Toda a abordagem feérica é deliciosa e quero muito e vou continuar a seguir esta série e esta autora mas fiquei um pouco desiludida quanto aos pontos altos da obra.
Aislinn é uma personagem por quem facilmente o leitor nutre simpatia. Seth, o rapaz rebelde mas extremamente carinhoso e preocupado deixa as leitores completamente rendidas e Keenan, o Rei do Verão, ainda que algo convencido e arrogante, consegue, ao mesmo tempo, deixa um sentimento algo agridoce cá dentro. São, sem dúvida, um leque de personagens muito interessantes. Donia, a menina do Inverno, é simplesmente fantástica. Adorei as suas passagens e devorei as suas subidas ao pódio, espero sinceramente vir a ler mais sobre ela nos próximos volumes. Todo o restante elenco é, também ele, muito bom. Apesar de tudo, penso que o ponto forte desta história são os seus personagens, tão bem caracterizados e diversificados, com bons, maus e vilões, e com uma força estrondosa.
Em relação à história em si, como disse anteriormente, gostaria de ter lido um caminho diferente, menos convencional, menos sabido, contudo, não deixa de ser uma leitura fácil e engraçada. Gostei do tom leve com que Melissa Marr aborda o seu mundo, e da complexidade com que o descreve. Julgo que ficou muito por dizer, muito por contar, muito por descobrir... Com algumas questões deixadas em abertos, e umas quantas histórias abordadas muito superficialmente, a única coisa que posso tentar adivinhar é uma continuação de série poderosa e altamente viciante. Espero, sinceramente, que o próximo volume não demore muito tempo a chegar a Portugal.
Sem dúvida, uma excelente leitura de Inverno ou, para quem prefere, um belíssimo presente de Natal!
Recomendo.  

3 comentários:

Thannya disse...

Bom dia! Li "Wicked Lovely - Amores Rebeldes" e confesso que se tornou um dos meus livros preferidos. Não tinha criado muitas expectativas em relação ao mesmo (li poucas opiniões e as que li achei um pouco vagas), mas como escreveste com tantas obras de vampiros, anjos e zombies um conto sobre fadas é uma brisa de ar fresco.
Mal posso esperar pelo próximo volume da saga - espero que seja publicado o mais cedo possível. Pelo o que sei da obra, tenho a certeza que Marr não vai desapontar.
É um livro que, sem dúvida alguma, se recomenda. ;)

AMB disse...

Eu li-o assim que saiu. No inicio estava no.. Ora, bora lá. E quando começei a ler fiquei surpreendida, pela positiva, claro. Eu já tinha lido outros livros de fadas como estas, mas cada um retrata-as à sua maneira, e estas foram simplesmente incriveis. Tambem gostei das personagens e da pequena confusão no inicio, mas adorei principalmente as ultimas páginas.
Jokas AMB
P.S. Adorei o Seth, tão fofo!!! Amoroso é a palavra certa.

d311nh4 disse...

=)
Eu sabia que ias gostar.
Pessoalmente adorei e estou também ansiosa pelo seguimento.

2009 Pedacinho Literário. All Rights Reserved.