segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Chocoólco, Tina Grube




Título Original: Der Schokoholic
Autoria: Tina Grube
Editora: Editorial Presença
Colecção: Champanhe e Morangos, Nº. 39
Nº. Páginas: 182
Tradução: Maria das Mercês Peixoto


Sinopse:

Paul é um bem-sucedido locutor de rádio, admirado por centenas de fãs que não perdem diariamente os seus conselhos amigáveis. Mas, por detrás da sua voz sensual e calorosa, Paul esconde um vício inelutável por todas as coisas deliciosas que provocam excesso de peso. Quando Nicky o conhece por acaso num restaurante, não faz ideia de que em breve se tornará a sua personal trainer e que terá de o seguir como uma sombra para todo o lado enquanto vigia a sua atracção pelos hidratos de carbono. E muito menos imagina que este seu novo emprego não só vai significar uma mudança radical no dia-a-dia do seu cliente, mas que também a sua vida está prestes a dar uma volta de 180 graus. Tina Grube apresenta-nos uma comédia irresistível que é igualmente um hino à força de vontade e ao poder de mudar as nossas vidas para melhor.


Opinião:

Chocoólico foi um daqueles livros que me atraiu logo pelo título, sendo eu uma gulosa por chocolate como sou, contudo, parece que ultimamente ando numa onda de livros que não me enchem as medidas. Tive de repartir a leitura em duas fases: numa primeira ultrapassei a metade do livro desejosa de o terminar com rapidez por forma a puder iniciar outra leitura mas, numa segunda fase, fiquei de tal maneira agarrada a ele que admito ter-me custado um pouco ler a última página. No entanto, e tendo em conta o livro no seu todo, não sei bem qual a minha opinião final – se positiva, se negativa, se neutra.

A narrativa em si é muito simples. Ao longo da história vamos conhecendo duas personagens que se tornam o centro da acção: Nicky e Paul. Nicky é uma ex-obesa que se tornou personal trainer de modo a conseguir atingir o peso ideal para que pudesse viver a vida de uma forma mais plena e saudável. De língua afiada e beleza única, conhece Paul, um famoso locutor de rádio, que é o total oposto da sua voz sexy. Extremamente obeso e com um vício particular por tudo o que seja doce, Paul passa o seu tempo entre o programa de rádio e os talheres. E é assim, de um momento para o outro, que Nicky recebe a proposta de trabalho da sua vida – tornar-se a sombra de Paul por um período de seis meses recebendo, em troca, uma remuneração bastante generosa, e assim ajudar não só o seu mais recente cliente mas também acabar por embarcar numa viagem de auto-descoberta e amizades invejáveis. 

Com personagens secundárias como Elsa, a governanta italiana de Paul, Tom, o homem bonito e chefe de uma empresa de castings e Lara, eterna apaixonada do locutor da rádio, o livro alberga uma dinâmica e um sentido célebre de entretenimento que chega a provocar sérias gargalhadas no leitor.  Contado na primeira pessoa, pela voz de Nicky, são horas bem passadas mas que, a um certo ponto, parece que ficamos alegres somente com os pensamentos da narradora e não tanto com as acções ou com o desenrolar da história em si. Isso a somar ao final previsível vem, de certa forma, conferir um sentimento algo negativo e diria até enfadonho, ao livro. Porém, vale a pena pela ironia e pela genialidade da personagem feminina principal que Tina Grube criou neste romance. Além de que, sem dúvida, se pode aclamar este livro como um autêntico plano de emagrecimento explicativo o suficiente para se copiar em casa. Por fim, o que posso dizer é: leiam e digam de vossa justiça. 

5 comentários:

Guerreiro, o devorador de livros disse...

Este livro não me chama atenção... Só de ver tanto chocolate, fico enjoado. lol Sou é bastante guloso pelos livros!O que vale é que os livros não me engordam! :P Além disto, a sinopse não me parece sugestiva. É mais uma história comum.É terrivel quando um livro não nos enche as medidas...Também não sei como é que consegues continuar se à primeira não te satisfaz... Por mim, já teria desistido. :)
Beijinhos e boa semana!

P.S. - O único livro que me encheu verdadeiramente de medidas, neste ano, é o do Guillaume Musso "Estarás aí?". Tenho lido bons livros, mas já praticamente não me lembro das suas histórias, por serem histórias comuns. É pouquissimo, realmente. E frustante.

Jojo disse...

Esta capa é uma tentação Patricia!
Eu que sou viciada em chocolate tenho de ler este livro!

Bjinhos*

Prazer da Leitura disse...

Olá

Passatempo novo no Prazer da Leitura
http://oprazerdaleitura.webnode.com.pt/

Toca a participar :)

Bjs
Bruna
Prazer da leitura

v_crazy_girl disse...

Sem dúvida que esta capa apela à gulosice xD
Embora, para ser sincera, esteja um pouco reticente... Não sei, a sinopse agrada-me mas por outro lado não me chama mmuuiittaaa atenção...

Embora a crítica me tenha despertado um pouco a curiosidade...

Bjs*

djamb disse...

Hmmm que óptima sugestão! :)

2009 Pedacinho Literário. All Rights Reserved.